2 verdades e 1 mentira sobre o processo de rematrícula online

processo de rematrícula online

Quando o período de rematrículas se aproxima, como fica o clima na sua secretaria escolar? O sentimento é de tensão e ansiedade ou de positividade e tranquilidade? Esse processo não precisa ser turbulento, mas para isso é interessante considerar um processo de rematrícula online que traz diversos benefícios para a sua instituição e para seus alunos.

Nesse artigo, trouxemos 2 verdades e 1 mentira sobre esse processo dentro das instituições de ensino. Confira!

Verdade #1: automação e agilidade para a sua secretaria escolar

Quando a instituição de ensino oferece a rematrícula de forma online, não só os alunos têm muito a ganhar, a instituição também aproveita de diversas vantagens.

De forma resumida, a secretaria acadêmica precisa informar os dados das próximas turmas num sistema de gestão educacional. São feitas as configurações das novas turmas como as disciplinas, os horários, um novo contrato de serviços educacionais (com a mudança apenas das informações necessárias), etc.

Essa atividade pode ser feita com antecedência, pois o ideal é que ao abrir o período de rematrículas já esteja tudo configurado para os alunos darem sequência.

Ao adotar esse processo de rematrícula online ocorre a automação dessa atividade, isto é, ao invés da secretaria escolar atender os alunos individualmente, formar filas e dispender de uma grande quantia de tempo para isso, o aluno tem autonomia para fazer isso sozinho.

Assim, o processo se torna ágil e sem complicações. A sua secretaria escolar pode, então, dedicar-se a outras atividades e atender pontualmente alguma dúvida dos alunos sobre esse processo.

Verdade #2: sem papel – esqueça as impressões

Mais que um processo ágil e otimizado, você pode esquecer as impressões de contrato e espelho de matrícula. Isso acontece tudo online!

Dessa forma, economia com o custo de impressões e com o tempo de arquivamento desses documentos. Além disso, caso o aluno decida por pagar as mensalidades via boleto bancário, a emissão deles já pode ser feita neste mesmo momento.

Portanto, não há mais necessidade de emitir um carnê de pagamento ou boleto por boleto. Tudo muito fácil e simples, não é mesmo?

#Mentira: o aluno não consegue fazer a rematrícula sozinho

Se você acredita que esse processo é muito complexo e que os seus alunos ou os responsáveis legais não conseguirão fazê-lo sozinhos, está muito enganado.

A partir do momento que o aluno entra no sistema e seleciona a opção de rematrícula online, o próprio sistema guia-o nessa jornada, do começo ao fim.

O aluno faz a rematrícula em poucos cliques e, assim, é beneficiado das seguintes formas:

  • Ganha autonomia, praticidade e experiência digital;
  • Faz esse processo de qualquer lugar e em qualquer horário;
  • Economiza tempo e dinheiro sem a necessidade de deslocamento até a instituição de ensino;
  • Consegue ver se tem impedimentos para a rematrícula: pendências de documentos, de disciplinas, ou se está inadimplente;
  • Emite os documentos de comprovação da rematrícula na hora, sem precisar pedir para a secretaria escolar;

Uma boa prática é disponibilizar o período de rematrículas com antecedência para que o aluno tenha tempo hábil de fazer esse processo com tranquilidade. Assim, os estudantes também conseguem se ambientar no sistema e esclarecer alguma dúvida, se necessário.

Outra boa prática é a elaboração de algum material informativo para os alunos. Ou seja, a instituição pode fazer um material de apoio, com orientações básicas de login e senha, um passo a passo dentro do sistema, como um tutorial.

Lembrando que o próprio sistema já encaminha o aluno para as próximas etapas do processo, mas essa prática seria no intuito de apoiá-lo e evitar muitas dúvidas e ligações para a sua secretaria escolar.

Portanto, todos ganham com esse processo online!

Se você chegou até aqui, percebeu o quanto o processo de rematrícula online beneficia a instituição e os alunos, certo?

Uma dica extra para você: lembre-se da LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados e faça uma revisão em seu contrato de serviços educacionais, conferindo se todas as cláusulas relacionadas a essa lei estão atualizadas e dentro da norma. Saiba mais sobre as adequações à LGPD nessa publicação.

Paola Miranda

Paola Miranda

Compartilhe:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Siga conosco:

Dicas de conteúdos:

Receba nossos conteúdos

Acompanhe as novidades sobre Gestão Educacional pela sua caixa postal. Inscreva-se em nossa newsletter quinzenal: